Você está na categoria:
Bem estar > Equilíbrio (Page 2)
14 de setembro de 2017

O atraso na vida de uma tentante

Sim, me lembro bem o quanto sonhamos e esperamos o primeiro filho. As tentativas eram tantas! E agora me vejo da mesma forma. Esperar pelo segundo filho está sendo cada dia mais difícil. Tantos testes. Desta última vez: menstruação atrasada três dias. Decido fazer o teste de farmácia bem cedinho no terceiro dia de atraso. A expectativa é tão grande! Cinco e meia da manhã. Acordo com a bexiga explodindo. Vou para …

Continue Lendo
5 de setembro de 2017

Pai tem que dividir as tarefas sim!

Quem já ouviu a famosa frase “mas eu te ajudo com o bebê”? Ou, quantas vezes você já disse: amor, me ajuda aqui. Mas aquele me ajuda do tipo “você deu o banho então tá liberado de qualquer outra tarefa”? Eu falo porque fiz muito isso. Quando o Pititico nasceu meu marido tinha começado em um novo emprego e, trabalhava das 14h às 22h. Chegava em casa depois das 23h. Eu achava …

Continue Lendo
2 de agosto de 2017

A criança bate no coleguinha na escola porque aprendeu isso em casa?

Não. Eu já disse (não sei em qual lugar) que sofria mais quando o Pititico batia em alguém na escola do que quando apanhava. É, ele já bateu em algum coleguinha. Não me lembro quantas vezes, foram poucas eu sei. Mas me deixaram triste e envergonhada. Eu sentia vergonha com o que as pessoas poderiam estar pensando. Se achavam que meu filho era “mal criado”. E aí eu começava a ler e …

Continue Lendo
24 de julho de 2017

Levanta sorrindo mamãe

Quando Álvaro ainda era um bebê e acordava de quatro a cinco vezes para mamar eu fica esgotada, claro. Se tem uma coisa que fazia falta na maternidade (costuma fazer ainda rs) era dormir bem. Daí que um dia eu vejo uma outra mãe dizendo assim: quando seu bebê acordar no meio da noite, levanta, solta um aleluia e vai sorrindo. Comentei com meu marido dizendo que eu devia fazer isso. Porque …

Continue Lendo
12 de junho de 2017

Como a alienação parental prejudica o desenvolvimento das crianças

Quando o assunto é a criança e seu contexto familiar, precisamos, além de outras sutilezas, considerá-la como um ser reativo e buscar o máximo possível de compreensão sobre suas vivências. A alienação parental é a interferência na formação psicológica de uma criança induzida por um dos pais de modo a prejudicar o vínculo com o outro. Infelizmente, acontece com muita frequência. Sobretudo no caso de separação não amigável entre os pais. A advogada Juliana Lobato, …

Continue Lendo