27 de abril de 2017

O desejo que só acabará quando o segundo filho chegar

Categorias:

Ainda lamento o aborto espontâneo ocorrido há quase dois meses.

Ainda penso em como poderia estar feliz com o crescimento do bebê na minha barriga. Nas promessas feitas pelo Pititico em desenhar nela…

Lembram que eu contei que quando descobri a segunda gravidez eu realmente havia desencanado e feito outros planos? Então. Agora refiz.

Não tem jeito, eu quero, anseio por outro filho. Eu fiz 33 e o Pititico está com cinco; não acho que está na hora de ficar evitando para dar mais um tempo.

Decido não prevenir de forma alguma e sim, começar a tomar o ácido fólico e passar por toda a preparação. Cedo ao anseio dos corações aqui de casa.

Porque não sossego com o que tenho? Sabe que não sei. A verdade é que tenho mudado, algo tem mudado dentro de mim e, eu fico pensando que poderia ter ainda mais uns dois filhos.

Se eu disser que não penso que é para que o Pititico tenha uma irmão, minto. Mas é mais que isso. É um desejo do meu coração mesmo. Desejo que não descansa. Eu penso nos primeiros meses do Álvaro, das noites picadas e, acho bem normal, que dou conta de novo.

Mesmo que a vida não seja exatamente como idealizei eu quero mais um.

Eu tenho vontade de sentir tudo outra vez, de tentar acertar no que errei na primeira viagem.

Eu tenho vontade de amar enlouquecidamente outra pessoinha.

Orações a Deus por mais um milagre:) Eu tentante de novo…

 

Leia também:

Planejando a gravidez: por onde começar

Se preparando para engravidar

Leia mais!